Discurso de Dilma é marcado por recados

Durante a cerimônia de posse dos novos ministros, a presidente distribuiu mensagens a Michel Temer, Sérgio Moro e à oposição

A presidente Dilma Rousseff deu uma série de recados durante a cerimônia de posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizada no Palácio do Planalto, na manhã desta quinta-feira. 

Entre as mensagens da presidente, a primeira foi direcionada ao vice-presidente Michel Temer, em relação a ausência dele na cerimônia. “Bom dia a todos. Os brasileiros e brasileiras de coragem estão dentro desta sala”, disse durante o discurso.

Segundo a assessoria de imprensa de Temer, a nomeação do deputado peemedebista Mauro Lopes para a chefia da Secretaria de Aviação Civil, também nesta quinta, foi considerada um afronta para o vice-presidente. 

Dilma também criticou os acontecimentos dos últimos dias envolvendo o ex-presidente e o vazamento de uma conversa entre ela e Lula pelo juiz da Operação Lava Jato, Sérgio Moro. 

A chefe do Executivo afirmou que o fato cria precedentes para grampos ilegais, que não favorecem a democracia. 

"Repudio todas as versões sobre esse fato", disse a presidente, que afirmou estar avaliando as condições do grampo. "Queremos saber quem o autorizou, por que, e por que ele foi divulgado". 



Em recado para a oposição, a presidente da República disse que a gritaria dos golpistas não vai tirá-la do rumo nem colocar o povo de joelhos.

Aplaudidos pelos convidados, em sua maioria composta por representantes de movimentos sociais e sindicalistas, eles gritaram, em diversos momentos, a frase “não vai ter golpe”. Um deputado que estava no local chegou a gritar, logo no início do discurso, a palavra "vergonha", mas foi muito vaiado.

Durante seu discurso, Dilma exaltou a entrada de Lula em seu governo, apontando a "grandeza dos estadistas" do ex-presidente, a quem chamou de o maior líder político do país. 

 


Posse

Ao lado do ex-presidente, também tomaram posse os novos ministros da Justiça, Eugênio Aragão, e da Aviação Civil, Mauro Lopes. Deslocado da Casa Civil para dar o cargo a Lula, Jaques Wagner passará a comandar o novo ministério do Gabinete Pessoal do Presidente da República.

Você leu essas notícias?

Juiz: áudios motivaram pedido de suspensão de posse de Lula

Moro diz não ter reparado em horário de áudio com conversa entre Dilma e Lula

Definidos nomes que vão compor comissão do pedido de impeachment

OUÇA: Discurso de Dilma é marcado por recados a Temer, Moro e oposição

OUÇA TAMBÉM: Confira os áudios envolvendo Lula e Dilma

Assista:

Homem é perseguido em manifestação por usar camiseta vermelha

Manifestante de vermelho apanha na Paulista
Reprodução/BandNews TV

Fotos:

Posse de Lula na Casa Civil é seguida de protestos em todo o Brasil

Manifestantes cercam o Palácio do Planalto em protesto contra DilmaRicardo Moraes/Reuters

Compartilhar