Juiz: áudios motivaram a suspensão de posse

Magistrado falou ainda sobre declarações contra governo em redes sociais

O juiz Itagiba Catta Preta Neto, em entrevista à BandNews FM, afirmou nesta quinta-feira (17) que o pedido de suspensão da posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil foi motivado pela divulgação do áudio da conversa entre a presidente Dilma Rousseff e Lula na tarde de ontem.

Segundo Catta Preta, “o que foi demostrado no processo [apresentado por ele] é que estava havendo atuação do ex-presidente com Dilma no sentido de intervir na atuação do Poder Judiciário”, afirmou. “A nomeação teria como objetivo deslocar a competência da primeira instância para o Supremo e a informação que haveria uma intenção de ambos de intervir na atuação do Poder Judiciário, por meio dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federa)”, completou.


O juiz afirmou ainda que não acredita que os magistrados seriam suscetíveis a essa interferência. Mas, segundo ele, o que estava em julgamento era essa tentativa de intervenção. “O juiz não é surdo nem cego ao que esta acontecendo ao país”, disse.

Redes sociais

Questionado sobre postagens em redes sociais defendendo a queda da presidente, convocando manifestantes para ir às ruas e fazendo piadas com o ex-presidente Lula, Catta Preta informou que isso não passa de uma “brincadeira”.

O magistrado afirmou que participou dos protestos contra a presidente como cidadão e teve a mesma motivação dos outros que estão lá. “Indignação contra corrupção, governo, com a crise. Isso é minha atuação como cidadão, estou agindo de acordo com minha cidadania”, afirmou.

Sobre uma postagem feita por ele no dia 9 de março, onde ele dizia “o lula vai ser ministro da justiça. Esculhamba de vez” (sic) ele afirmou: “Espero que não seja levado a sério. Eu não tinha menor condição de saber quem seria nomeado ao ministro, com base nessa brincadeira, eu não  teria menor condição de deferir uma liminar”.

Cata Pretta disse ainda que é natural que a AGU (Advocacia-Geral da União) vá recorrer da decisão e ele vai esperar a resposta dos réus. “Tenho que esperar a determinação dos graus superiores a mim. Se vier uma decisão contrária, vou cumprí-la com mais zelo ainda”, finalizou.

Ouça a entrevista:


 


Você leu essas notícias?

Moro diz não ter reparado em horário de áudio com conversa entre Dilma e Lula

Definidos nomes que vão compor comissão do pedido de impeachment

OUÇA: Discurso de Dilma é marcado por recados a Temer, Moro e oposição

OUÇA TAMBÉM: Confira os áudios envolvendo Lula e Dilma

Assista:

Homem é perseguido em manifestação por usar camiseta vermelha

Manifestante de vermelho apanha na PaulistaReprodução/BandNews TV

Fotos:

Posse de Lula na Casa Civil é seguida de protestos em todo o Brasil

Manifestantes cercam o Palácio do Planalto em protesto contra DilmaRicardo Moraes/Reuters

Compartilhar