Bergamo: Bancada evangélica vai apresentar projeto para criminalização da homofobia

Proposta elaborada por Feliciano defende direito de não conviver com homossexuais

A bancada evangélica deve apresentar nas próximas semanas na Câmara dos Deputados um projeto para a criminalização da homofobia no Brasil. O deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) foi incumbido pelo grupo de elaborar a proposta e apresentar aos colegas nesta quarta-feira, dia 24. As informações são da colunista da BandNews FM Mônica Bergamo.

Segundo a jornalista, a proposta de Feliciano é igualar a homofobia ao crime de racismo, ressalvando o que ele chamou de "liberdade de consciência e liberdade religiosa".

Como exemplo, o deputado disse que gostaria de poder levantar e sair em silêncio de um restaurante se um casal homossexual estiver sentado em uma mesa perto. A proibição de homossexuais em cultos evangélicos também ainda seria permitida, de acordo com a proposta.

A intenção é que todos os deputados da bancada evangélica subscrevam o projeto.

O Supremo Tribunal Federal iniciou em fevereiro o julgamento da criminalização da homofobia. A pauta foi suspensa para que o Congresso pudesse organizar suas propostas.

Ouça aqui o comentário de Mônica Bergamo na íntegra.

Compartilhar