Mônica Bergamo: Oposição pretende esperar Moro 'sangrar' antes de abrir guerra

Partidos de esquerda e legendas de centro aguardam por novas revelações contra o Ministro da Justiça

Os principais partidos de oposição e legendas de centro fazem reuniões para decidir como agir no caso do escândalo das mensagens do ministro Sergio Moro, da Justiça, com procuradores da Operação Lava Jato.

O consenso é ter paciência e esperar o ex-juiz "sangrar" ainda mais antes de abrir guerra total contra ele, criando uma CPI. A informação é de Mônica Bergamo, colunista da Band News FM. (Escute o comentário completo aqui)

A ordem é aguardar por novas revelações do site The Intercept Brasil, que publicou as primeiras reportagens no domingo. A expectativa é de que novas mensagens piorem ainda mais a situação de Moro.

O ambiente para Moro está complicado mesmo entre os que sempre apoiaram a Lava Jato. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), por exemplo, diz que o caso "é um escândalo".

Compartilhar