Câmara aprova texto-base da reforma da Previdência em 1º turno

Foram 379 votos dos deputados federais a favor da proposta e 131 contrários

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira, 10, o texto-base da reforma da Previdência em primeiro turno.

Foram 379 votos de deputados federais a favor da proposta e 131 contrários. Estavam presentes na sessão 510 parlamentares. Por ser uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), a reforma da Previdência precisava dos votos de pelo menos 308 dos 513 deputados.

O texto ainda pode ser alterado por emendas que serão votadas separadamente nessa quinta-feira, 11, quando a sessão será retomada às 9h para apreciação dos destaques. Uma das prováveis mudanças que devem ser promovidas diz respeito às regras de aposentadoria dos policiais. Temas como a aposentadoria de professores, mulheres, e o pagamento da pensão por morte também são objetos de destaques.

O texto ainda precisa ser aprovado em mais uma sessão na Câmara e depois será enviado para o Senado Federal, onde passará pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa para, posteriormente, também ser apreciado em dois turnos no plenário, dependendo da aprovação de, pelo menos, 49 senadores.

A votação da reforma da Previdência começou depois de mais de duas horas em que as lideranças orientaram suas bancadas. Os deputados registram suas digitais e o voto nas mesas de votação no plenário da Casa.

Enquanto a votação ocorria, deputados subiram à tribuna para discursar, inclusive o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Com o resultado no placar, Maia chorou sob aplausos dos parlamentares. O presidente da Câmara afirmou, nesta quarta, que a Casa vai conseguir votar o projeto nos dois turnos ainda esta semana.

Compartilhar