Ato contra declarações de Bolsonaro é realizado na Paulista

Foi realizado na tarde deste domingo um mini ato contra as declarações do deputado Jair Bolsonaro. Manifestantes se reuniram na praça do Ciclista, na avenida Paulista, em São Paulo, onde pintaram o rosto.

Segundo eles, a pintura simbolizou que todos são negros, mulheres e gays. Em seguida, os manifestantes fizeram um apitaço no vão do MASP.

O caso

Na segunda-feira, Jair Bolsonaro criou polêmica ao ser entrevistado no programa CQC, da Band. O deputado foi perguntado pela cantora Preta Gil sobre qual seria sua reação caso seu filho se apaixonasse por uma negra e respondeu que não “corria o risco” porque os filhos foram “muito bem educados” e não viveram “em ambiente de promiscuidade”, como o dela.

Também declarou que não participaria de uma parada gay porque tal evento “promove os maus costumes”. “Acredito em Deus, tenho uma família, e a família tem que ser preservada a qualquer custo, senão a nação simplesmente ruirá”, completou.

Compartilhar

Deixe seu comentário