Bens de prefeito de Barueri são bloqueados

A Justiça da cidade de Barueri, na Grande São Paulo, determinou o bloqueio dos bens do prefeito Rubens Furlan e de mais três empresas, por causa de superfaturamento na contratação de shows. As irregularidades foram denunciadas pelo Jornal da Band.

A reportagem exibida no ano passado mostrou como a prefeitura de Barueri contratava empresas para intermediar a negociação com os artistas, e pagava a essas produtoras valores muito acima do custo efetivo do show. Os cantores e cantoras recebiam o valor correto, mas as intermediárias ficavam com a diferença.

A Justiça ordenou o bloqueio de bens equivalentes a R$ 4 milhões. O prefeito e os outros suspeitos ainda podem recorrer da decisão.

Compartilhar