Cunha analisará o pedido da própria cassação

Requerimento, que deve ser protocolado na terça-feira, precisa ser despachado e colocado em pauta pelo próprio presidente da Câmara

O PSOL pretende protocolar, na próxima terça-feira (9), o pedido de cassação do presidente da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Conselho de Ética da Casa. 

Na quinta-feira (8), o partido obteve confirmação do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, de que Cunha possuía contas na Suíça, onde teria recebido dinheiro decorrente de propina. Tais informações irão embasar o pedido de cassação.